Bolsonaro promete privatizar universidades públicas

Bolsonaro promete privatizar universidades públicas

Com o intuito de pagar a dívida pública do governo federal e ampliar o mercado interno e externo do Brasil, o candidato à presidência da República, Jair Bolsonaro, promete uma forte ação de privatizações no país. Caso seja eleito, o seu ministro da Fazenda será o economista Paulo Guedes, que recentemente foi acusado de fraude no lucro de um posto de gasolina.

Paulo Guedes também defende que o futuro governo Bolsonaro venda mais de 90% das empresas públicas incluindo a Petrobrás, Correios, Caixa Econômica, Banco do Brasil, TVs e Rádios estatais; com a possibilidade de enxugar as despesas e os cargos existentes nas universidades estaduais e federais como forma de reduzir o “custo Brasil” e tornar o país mais barato para investimentos, independente dos impactos socioeconômicos que tais medidas poderiam gerar para o futuro do país.

Em entrevista concedida ao jornal Folha de São Paulo, no mês de fevereiro de 2018, o futuro ministro da Fazenda de Bolsonaro promete zerar a dívida pública do Governo Federal vendendo e privatizando todas as empresas públicas.

Mesmo zerando a dívida pública através de privatizações e redução de impostos, um possível governo Bolsonaro não apresenta projetos para elevação de verbas para hospitais e universidades públicas.

Ainda sobre as universidades públicas, cursos de graduação que possam não interessar a um projeto isolado de desenvolvimentismo a curto prazo para Bolsonaro poderiam se tornar extintos ou serem realizados com cobrança de mensalidades mesmo sendo realizados em universidades do governo.

Durante as concentrações que o presidenciável realizou em diferentes capitais do país, o candidato do PSL prometeu demitir (exonerar) professores de universidades públicas, reduzir equipes de pesquisas, cortar cursos relacionados às áreas de inovação e comportamento, impor regras no comportamento de aluno e sua liberdade de pensamento,  diminuindo a quantidade de vagas para reduzir os custos com as universidades públicas.

O candidato Jair Bolsonaro pretende reduzir investimentos em universidades, elevar o investimento na educação básica e incentivar o ensino médio técnico para o jovem aprender a consertar geladeira e máquina de lavar.

Para confirmar a verdadeira tendência de privatizações e cortes que Bolsonaro pretende fazer nas universidades públicas, assista aos seguintes vídeos:

Leia também :

Bolsonaro Promete Acabar Com MEC, ENEM E Prouni

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *